Alemanha vs Portugal (16/06/2014)

Almanha vs Portugal

Pauleta acredita na vitória de Portugal frente a Alemanha

O ex-internacional português Pauleta afirmou hoje que acredita que a seleção portuguesa de futebol vai fazer um bom Mundial2014 e entrar com o pé direito, face à Alemanha, mostrando-se também feliz com a recuperação de Cristiano Ronaldo.

“É sempre importante ganhar o último jogo antes de começar uma prova como o Mundial. A seleção está confiante e eu acredito que vamos fazer um bom Mundial e entrar com o pé direito já com a Alemanha”, disse, à margem da apresentação do Torneio Interassociações Lopes da Silva sub-14, que decorreu em Almada.

O atual diretor da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) para gostou da exibição da equipa orientada por Paulo Bento frente à República da Irlanda (5-1), na última madrugada, mas salientou que o mais importante é ter todos os jogadores disponíveis.

“A equipa está a preparar-se para o primeiro jogo e não éramos tao maus contra a Grécia, nem tao bons por ganhar 5-1. Neste jogo, já se viram alguns jogadores que recuperaram de lesão, como o Cristiano (Ronaldo), e nesta altura o mais importante é ter os 23 disponíveis”, defendeu.

Pauleta afirmou que o regresso de Cristiano Ronaldo à competição, depois de uma paragem devido a problemas físicos, é motivo de grande satisfação.

“Estamos conscientes de que temos o melhor que há no mundo e é óbvio que nos faz falta e queremos que jogue. Trabalhou muito na sua recuperação e ficamos satisfeitos de ver o nosso melhor jogador em condições de ajudar a seleção, que é o que todos queremos”, frisou.

Para o primeiro jogo no Mundial do Brasil, marcado para segunda-feira, o adversário é a Alemanha, com o antigo avançado, autor de 47 golos pela seleção principal, a referir que a equipa pode fazer um bom resultado.

“É um jogo bastante difícil, mas já temos uma seleção reconhecida a nível mundial e têm respeito por nós. Vai ser um jogo equilibrado, apesar de a Alemanha ser uma equipa bastante poderosa e com muitas soluções, mas Portugal pode fazer um bom jogo”, defendeu.

Pauleta lembrou depois as três vezes que defrontou a Alemanha, vencendo uma e perdendo duas. A última (1-3 no Mundial2006, em solo germânico) no jogo de apuramento do terceiro posto) marcou a sua despedida da seleção.

“No primeiro, perdemos a oportunidade de estar no Mundial de França (1998) com a expulsão injusta do Rui Costa. A segunda foi na vitória por 3-0 na Holanda (Euro2000) e a terceira, a mais triste, foi uma derrota e a minha despedida na seleção”, lembrou.

Pauleta, que destacou a competitividade existente entre os três avançados da seleção em busca de um lugar, referiu que, em condições normais, a seleção precisa de vencer dois jogos para seguir em frente na prova.

“Existem três jogos e, normalmente, é preciso ganhar dois. Vamos tentar ganhar já o primeiro, mas, se as coisas não correrem bem, ainda faltam dois jogos para garantir um lugar na fase seguinte”, concluiu.

fonte: sapo.pt

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *